Histórias

Daniel na cova dos leões

Daniel era um jovenzinho que amava a Deus mais do que qualquer outra coisa em sua vida. Era um bom rapaz, mas mesmo assim, tinha inimigos, homens maus que não gostavam de sua pessoa.

Esses homens queriam destruir Daniel de qualquer maneira, queriam culpá-lo de algum crime ou desobediência às leis daquela época, mas, como ele tinha um comportamento exemplar, eles nada encontravam que o condenasse.

Um dia porém, esses homens, sabendo que Daniel sempre orava e adorava a Deus ajoelhado em seu quarto, sugeriram ao Rei um decreto maldoso. Nesse decreto ficou estabelecido que, durante um mês, ninguém poderia agradecer ou pedir nada a qualquer deus, só ao Rei. E quem desobedecesse seria jogado na cova dos Leões.

Daniel, que sabia que só podemos adorar a Deus e que só Ele pode atender aos desejos do nosso coração, continuou a fazer suas orações, três vezes ao dia. Por causa disso, foi preso e levado diante do Rei, que, mesmo triste, porque gostava de Daniel, ordenou que a lei fosse cumprida. Daniel foi então jogado junto aos leões.

No outro dia, bem cedo, o Rei foi até o local, com a esperança de que o Deus de Daniel o tivesse livrado. E qual foi sua surpresa ao ver o rapaz são e salvo! Daniel contou que Deus enviou um anjo para fechar a boca dos leões, e assim, eles não puderam ataca-lo.

O rei então, se encheu de felicidade e fez uma nova lei: agora, todos deveriam acreditar e adorar ao Deus de Daniel, o Deus vivo, que salva, faz milagres e cuida dos seus, assim como cuidou dele.

Essa história é verídica! Ela está na Bíblia, no livro de Daniel, capítulo 6.


Arca de Noé

Há milhares de anos, numa terra bem distante, vivia um homem chamado Noé. Noé e sua família eram felizes, porque amavam a Deus.

Mas nem tudo na cidade onde Noé morava era bom. As pessoas brigavam e faziam muitas coisas más.

Um dia, Deus ficou cansado de ver a terra que Ele tinha criado sendo tão maltratada pelos seus moradores, e os homens, os quais Ele havia feito com tanto amor, serem tão maus. Então Deus decidiu destruir a terra com uma chuva bem forte, um dilúvio.

Mesmo estando triste com os moradores da terra, Deus se lembrou de Noé, que era um bom homem, e prometeu que salvaria a ele e à sua família. Para isso, Ele ordenou: “Noé, construa um barco bem grande e entre nele com seus filhos, suas filhas, seus netos e os seus parentes. Também coloque dentro desta arca um casal de cada animal que há sobre a terra”.

E assim Noé fez. Mas enquanto ele construía o grande barco, as pessoas riam, o chamavam de louco. “Chover? Que idéia absurda! Nunca choveu…” diziam alguns. Mas Noé continuava alertando aos homens sobre o que iria acontecer.

E um dia, quando a arca ficou pronta, Noé entrou nela com sua família e os animais. Um anjo travou a porta do barco do lado de fora, e então começou a chover…

Foi uma chuva muita forte, que transbordou rios, encobriu casas e montanhas. O povo mau, desesperado e com medo, pedia socorro a Noé. Mas ele não podia abrir a arca. Era tarde demais.

O dilúvio durou 40 dias, e todos os que viviam na terra, morreram. Menos Noé, sua família e um casal de cada animal, que ficaram por todo esse tempo seguros dentro da arca.

Quando a chuva parou e as águas baixaram, eles saíram do barco, e Noé agradeceu a Deus. Deus o abençoou e fez uma aliança: disse que nunca mais a terra seria destruída por um dilúvio.

Então Ele colocou no céu um lindo arco-íris, como um sinal, para que toda vez que olharmos para o arco colorido entre as nuvens, estejamos nos lembrando da promessa.

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: